sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Criando rotina de gratidão.

Ensinar a ser grato, é possível?
Sim, gratidão pode e deve ser ensinada.
Além de ensinar com o exemplo, sempre podemos ensinar conversando sobre isso.
Já há mais de uma ano, Sempre que posso, me lembro, ou tudo contribui para isso rsrsrs (REALISTA) , tiro um tempo antes de dormir para ela me contar sobre o dia que tivemos. Mesmo que tenha sido o dia mais chato do mundo...
 Procuramos no dia as coisas boas, ou que poderiam ter sido piores e rimos a respeito.
(Ela hoje tem 3 anos e meio)

"Pois, hoje no café da manhã o pão queimou, né Juju?  A mamã ficou zangada, mas foi engraçado, e depois tive que fazer panquecas, porque ficamos sem pão.
Sim, estava a chover e tivemos que vir do parquinho correndo.  Mas foi divertido apanhar chuva... Ficamos com as meias molhadas... mas depois, em casa, aquele banho quentinho foi bom.
Sim, a Juju (Joana) fez mal, espalhou todas as roupas. Mas agora já está aprendendo a fazer pares com as meias.
O dia foi bom, né Juju?"

Temos dias incrivelmente divertidos, e mesmo assim alguem se zanga, faz birra, chora, resmunga. Não existem dias sem incidentes. Mas ainda assim, eles podem ser considerados "perfeitos". Exatamente como deviam ter sido.

Cada birra serviu para ela sobreviver a uma frustração. E desenvolver sentimentos.
Cada desobediência serviu para ela descobrir um novo limite necessário.
O que deu errado, foi muito útil para percebermos que nem tudo dá certo.

Jujú, podemos agradecer pelo dia que tivemos? O dia foi realmente bom!
Juju, juju, juju.... você dormiu? .... rsrsrsr

Leia também Meu filho tem o desenvolvimento atrasado
2 3 4 5 6 7

Postagens populares