domingo, 27 de dezembro de 2015

Não aguento mais minha sogra!! Pergunta de uma leitora.


Falsas expectativas, Mãe de Família

O excesso de expectativas infundadas sobre pais e filhos tem causado muitos aborrecimentos e destruído famílias.

Vídeo ao vivo com perguntas das leitoras

Sogras, cunhadas, que se metem na vida dos filhos e irmãos.
Filhos que se interpõem na vida dos pais, e até os obrigam a sustenta-los quando os filhos já são adultos e capazes.
Ou impedem, de alguma forma, que seu pais já viúvos ou divorciados, reconstruam a vida com outra pessoa.

Pais que exigem dos filhos atenção, ou mesmo acreditam que estão abandonados pelos filhos,como se eles tivessem obrigação de devolver o que receberam na infância. E esses pais acabam por não andar por suas próprias pernas.

São viúvas que não querem se casar para dedicarem se aos filhos e netos, e se agarram a esta situação como uma muleta de desculpa para não terem vida própria.
Ou filhos que não tem emprego e acreditam que os pais devem acolhe-los porque a casa também é deles por herança.



Não, quando você se casa, não se casa com toda a família! Isto é contra o que a bíblia ensina. A não ser no caso de quem tem filhos pequenos. Estes sim tornam-se "pais" dos enteados. Só esta exceção.

"e disse: ‘Por essa razão, o homem DEIXARÁ pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne’?" Mateus 19.5

Os filhos não devem nada aos pais, além de respeito.
Os pais, depois da idade adulta, não devem nada aos filhos. NADA!

Filhos não são previdência social, não são auxilio poupança. Não tem que dar netos aos avós, não tem que perpetuar a família. Filhos se não quiserem não devem ter filhos.

Eu educo meus filhos por amor. Alimento-os porque me sinto responsável por eles. Mas não espero nada de volta. Nem companhia na velhice.
Ser Mãe

Deus me deu a chance de ser melhor do que eu mesma. Permitiu eu entregar-me por outras pessoas, meus filhos.
Como Jesus entregou-se por nós, sem pedir nada em troca, tudo de Graça e por Graça, assim também eu faço por meus filhos.

Os pais que contam com os filhos para terem cuidados na velhice, ou mesmo para ter uma mesa cheia de gente no natal, está plantando por barganha. Por proveito próprio. E isso está longe de ser graça.


Mas então, eu tive um parto horrível, 9 meses de gestação, noites sem dormir amamentando, trocando fraldas, deixei minha vida anterior toda para dedicar-me aos meus filhos, trabalhei para sustentar e não recebo nada em troca?

Claro que recebe. 
Recebe anos maravilhosos a trocar fraldas, amamentar, abraçar na hora do medo. Anos deliciosos a educar, passar algum constrangimento publico na hora da pirraça, noites sem dormir e uma experiencia de parto para nunca mais esquecer, e uma razão para trabalhar mais feliz.


O que você recebe como pai e mãe é o dom de amar, de Graça, como Jesus.
Por isso, as sogras não tem o direito de se meter na vida dos filhos. Os avós dos netos, ou mesmo os pais dos filhos solteiros.
Por amor, sem exigir obediência, podem aconselhar quando lhes for pedido. Assim como devem aconselhar a todos quanto precisarem, sem vínculo sanguíneo, por amor ao próximo.

E os filhos devem cuidar dos pais, e das pessoas todas a quem Deus der a oportunidade de cuidar. Todos!
Chama-se, amar ao próximo, também!
Difícil entender? Tem que ter uma mente voltada para o amor para entender isso.

Ame seus filhos, tenha amigos, construa sua vida sem se apoiar ou esperar nada em troca. E seja feliz hoje. "BASTA A CADA DIA O SEU PRÓPRIO MAL".



2 3 4 5 6 7

Postagens populares