sexta-feira, 31 de julho de 2015

Como você trata seus filhos quando ninguém está olhando?

Vejo mães, super divertidas, com seus filhos, brincam e correm no parquinho.
Vejo também mães que não saem do telefone ou parece que vão para fumar e aproveitam para levar o filho. (fumar no parquinho já começa a ser proibido em alguns países)

E quando não está ninguém vendo, como tratam os filhos?

As vezes eu noto que não estou dando a atenção certa aos meus filhos. Eu me cobro o tempo todo. Mais por que sei que eu tenho a tendência de me isolar. Gosto muito do silêncio, de estar sozinha. Então, tenho mesmo que me vigiar.


Há quem seja fanático por limpezas, há quem adore umas novelas, quem goste de ler, fazer ginastica, e há mães que gostam mesmo de trabalhar fora de casa só para não terem que estar com os filhos. 
Não vamos julgar ninguém, né...cada um com seu ponto negro (Riso).

Temos defeitos? Muitos! Mas ter filhos é um exercício de superação.

Parece que Deus nos dá a chance de sermos menos nós e mais o outro. 

Esvaziarmos de nós mesmos e vivermos por alguns anos por eles, nossos filhos. 

Agora escrevendo,lembrei-me de um texto que muitos atribuem á José Saramago (sem certeza disso) que diz:
Filho é um ser que nos foi emprestado para um curso intensivo de como amar alguém além de nós mesmos, de como mudar nossos piores defeitos para darmos os melhores exemplos e de aprendermos a ter coragem. Isso mesmo! Ser pai ou mãe é o maior ato de coragem que alguém pode ter, porque é expor-se a todo o tipo de dor, principalmente o da incerteza de agir corretamente e do medo de perder algo tão amado. Perder? Como? Não é nosso, recordam-se? Foi apenas um empréstimo.”

Nem mais! Só posso agradecer a Deus por cada dia que me permite ser mãe.


2 3 4 5 6 7

Postagens populares