Mostrando postagens com marcador Para a Família. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Para a Família. Mostrar todas as postagens

Quem é mãe, sabe do que estou falando...


Dói tudo, hoje são hérnias cervicais e lombares. Dói como um parto, tenho 3 filhos, sei bem a dor. Mas sim, estou aqui, eles precisam brincar.
Cheguei ao hospital com tantas dores esta semana, que tive que usar cadeira de rodas. Mas antes vesti as crianças, e levei para a escola. "Como você fez isso?" perguntava o neurocirurgião com o relatório da TAC em mãos? "Se você fosse mãe, saberia". A enfermeira riu.
Dói, mas eles precisam comer, vestir, brincar, ir a escola, fazer suas actividades, medico...
Me arrasto aqui, descanso um pouco ali, vou me poupando, mas a mãe não repousa.
Queria? ah como queria... mas se eu não fizer, quem faz?
Quem é mãe, sabe do que estou falando...
Stephanie Matos, grata e ansiosa por dias melhores.

"Eu paguei, também sou prioridade!"

Sim, eu sei...eu sei que gravidez não é doença...
Velhice também não é doença, paraplegia também não é doença. Mas causam desconfortos e podem desencadear com mais facilidade outros problemas maiores.

A senhora que vai de pé no transporte publico está sujeita a quedas, e essa queda em condições isoladas apenas doem. Em uma gestante pode ser a precursora de uma má formação fetal gravíssima ou mesmo morte do bebé.
Naquele senhor idoso pode ser a perda da independência. Caem e partem muito mais facilmente ossos ou tornam-se inseguros e ansiosos com medo de sair a rua com o constante receio de uma queda.

Você vê aquela vaga no supermercado destinada a família com filhos e pensa..."mas são prioridade porque?" E eu com minhas 3 crianças no carro e ainda um bebé na barriga penso... "Senhor Deus, como dou a mão a todos nesse parque de estacionamento onde os carros andam em velocidade e podem matar meus pequenos em uma fração de segundos?"

E no banco? E na tal fila do caixa de compras? E naquela única vaga desocupada à porta do hospital? Não somos todos importantes e sujeitos a acidentes?

"Avalie-se o homem a si mesmo" já dizia o apostolo São Paulo na carta aos Corintios em que ensina a comungar. Falava sobre comunhão, cuidado com o próximo e partilhar o que temos de bom. Em resumo, uma carta inteira sobre prioridades e o nossos direitos onde ele resume tudo com a conhecida frase... "sem amor, de nada se aproveita". Direitos e mais direitos... esse seu direito a sentar porque também pagou, sem amor, vale a pena?

Badoca Badocaaaaaa



"Mãe, porque as zebras tem listras?"
"Sei lá eu Joana, pergunta ao guia!!" hahahahaha
E você está aí, desanimada e sem saber oque fazer com seus filhos. Eles estão elétricos dentro de casa e seus nervos já estão no limite... ah como te entendo. Oque fazemos para resolver isso??? Passeamos!!!


E o Badoca foi um dia em grande para nós. Aprendemos, rimos, brincamos e eles ficaram abastecidos de aventuras por um bom tempo.
Aqui pertinho de Lisboa, em Setúbal, no meio de lado nenhum, onde mais seria um safári????
Sim… isso mesmo, um safári em Portugal e a poucos quilômetros de Lisboa, quem diria?

Daqueles safáris que até alimentar os animais é permitido, e onde podemos perguntar oque quisermos aos guias do safári, ELES RESPONDEM!!!
Os valores rondam os 15 euros por pessoa, mais ou menos, porque tem uns extras para quem quiser se aventurar em uma descida aquática ou alimentar os Lêmures...
Preguiçosa como eu sou, adorei a parte em que ficamos sentados enquanto passeamos no comboio (um Trenzinho bem estilo Savana africana) e vamos visitando os animais que estão, pasmem-se...SOLTOS!!! Ai que medo!!! hahaha
Mas foi super tranquilo e sem riscos, nem o Pedrinho com 3 anos ficou assustado... Foi mesmo um passeio único.
Lá havia espaço para fazer picnic, e podíamos deixar a comida no carro para depois pegar sem problemas, ou andar com o farnel (a farofada) às costas.
Há também um restaurante com preços normais, o menu está na pagina do badoca.com ... não comemos lá, mas todos os comentários que vi na internet eram positivos. Por isso...deve valer apena a experiencia.


Ah... e eles tem um parquinho para os que ainda tiverem energia...
Pretendemos voltar, mas da próxima vez, para passar o dia inteiro. Desta vez estivemos apenas uma tarde e eles voltaram para casa com aquela vontade de ficar mais.

Meu filho não quer ir a creche, e eu não trabalho fora de casa.


Vamos entender o papel dos profissionais educadores de infância na vida de uma criança até os 6 anos.

Os pais precisam trabalhar, e os avós não são uma opção viável para algumas famílias.
Ok. Vamos colocar em uma empresa com profissionais qualificados para estarem com meus filhos enquanto eu não posso.

Mas se não é o meu caso. Se eu posso escolher não trabalhar fora, porque eu colocaria meus filhos aos cuidados de uma empresa?

Sua saudade não vai passar....



Lidiane... não posso tirar esta dor que você sente. Mas a vontade de te abraçar e acolher é grande.
Sua saudade com certeza não vai acabar, eu sei. Não vou mentir e dizer que vai passar.

Aqui em casa, falo sobre a morte com a Joana, ainda com 5 anos. É um assunto normal para nós.
É a maior certeza que temos... e não quero minha filha vivendo com medo do óbvio. Eu vou morrer... alguém vai morrer. Todos vamos.
E então, fiz questão de explicar a ela, como é morrer e o que acontece quando morremos.

"Um dia Juju, a gente dorme e acorda com todos os que amamos e que nos amam, juntos.
Lá, não ficamos doente, não há gritos ou zangas. A comida a gente tira dos galhos da arvore... o que se gosta e se quer, está la.
Ninguém vomita por comer demais, e não dói a barriguinha de fome.

Tudo o que se faz é gostoso e deixa nosso coração feliz e sem medo do que pode acontecer.
Ninguém nunca se machuca.
Podemos voar, cantamos afinados e sem medo de falar errado. Não se ofendem com o que dizemos. Todos nos amam, lembra?
Se a mamãe for antes da Juju, ou o Pedrinho for antes de nós... vamos ter saudades aqui. Saudades porque amamos e tudo, para quem fica, parece demorar demais.
Mas a verdade, é que quem foi antes, não sabe que foi antes.

Lá o tempo é diferente... a vida já passou e todos aqui já estão lá.
Eu sei que parece confuso... mas o tempo é relativo. Um dia você vai entender isso.

Sentir saudades é bom, mesmo quando dói muito. Mas nós vamos continuar caminhando aqui, até o dia de chegar lá, onde todos estaremos.

Juju, tenha uma vida, faça netos para a mamãe conhecer, e/ou amigos incríveis. Cuide de quem está mal aqui. Muita gente tem dor e sofre... estão sozinhos e a Juju vai poder abraçar e ser um pouquinho de céus para eles.

Não tenha medo, porque tudo é relativo. Lembre-se que isso passa e que eu já estarei a tua espera onde todos te amam.

Mas você precisa aqui fazer tudo isso... viver aqui, para depois chegar lá e viver para sempre.

Por favor Juju, guarde isto: nós sabemos esta verdade e temos o poder de ser um pedacinho do céu aqui. Quanto mais fazemos isso, mais perto ficamos de casa. Da nossa verdadeira casa."

A saudade é grande Lidiane, você sabe a dor que carrega. Mas lute para trazer um pedacinho do céu para sua vida. Seja Deus para outros... outras crianças, outros que sentem dor... e isso vai te deixar mais pertinho do teu Pedrinho. Respirando o mesmo amor que ele agora respira.
Sinta meu abraço... e um pouquinho do céu que agora te envio. Amém.

Minha filha, por favor, desista sempre que for preciso.

"Mamã, a titi disse que eu não posso desistir, ela está errada não é?"


Joana ontem, discretamente veio dizer-me.
Ela tem 5 anos, e sempre a ensinei que saber desistir também é um objetivo.

Eu não sei de onde as pessoas tiraram essa ideia pesada de sonhos eternos. Se eu quero devo ir atras do que eu quero até conseguir?
E nem vou entrar na questão de pessoas mau carácter que passam por cima dos outros para alcançar suas metas porque isso acredito ser claro para todos, é errado!

Joana, NUNCA deixe o teu alvo ser mais importante que você mesma. Tenha sempre atenção ao teu limite e seja humilde para mudar de escolhas a meio do caminho.
Tudo o que fizer faça como quem faz para Deus, independente da tarefa. Dê o  melhor em cada etapa da construção. Mas se o castelo está te roubando a vida, PARE de construir. De nada adianta conquistar a meta, alcançar sonhos, vencer e superar desafios e perder você mesma e quem você ama pelo caminho.
Não seja preguiçosa, dê sempre o teu melhor, mas se este quebra-cabeças (puzzle) está sendo impossível e te deixa nervosa... PARA DE FAZER e vai brincar! Encontrar outra atividade que te faça bem. Conclua tudo o que puder na vida, mas tenha a liberdade de parar de ler um livro a meio se estiver chato demais.

Por favor minha filha, saiba desistir de ser o que te amarga. Seja apenas humana e por tentar ganhar o mundo não perca a própria alma.

Stephanie Família, a Mãe de Família
Leia também Estou cansada, nada é como eu sonhei...

Luto

“Morreu mamãe, voltou para casa, está com Deus.”



Mas o que é o céu? É um lugar livre de dor, onde você pode brincar sempre e nunca se machuca. Todo mundo quer estar perto de você e nunca há amargura.

Eu vou morrer, e você vai ter saudades, mas tudo vai ficar bem, porque quem cuida de verdade de você, é Deus, eu sou apenas ajudante Dele, e Ele nunca morre.

“Mas por que as pessoas choram tanto quando alguém morre? “

Por que sentem saudades. E nós "choramos com os que choram", a dor do nosso próximo é nossa dor.
Os que sabem do céu, também sofrem, sentem falta, mas se consolam porque conhecem a VERDADE.
 É uma paz que ninguém consegue explicar. “A paz que excede todo o entendimento”

《Por todos que hoje sentem saudades... peço a Deus que vos consolem e sintam essa paz, que só quem conhece a verdade, consegue ter.》

João 8.32

Não é o que você diz, é como você fala.



Não gostamos quando nos dizem palavras amargas e grosserias. Queremos ser tratados com respeito e carinho, sempre, independente da situação.

Então porque usa palavras tão brutas com seu filho?
“Você não vai sair daqui enquanto não esvaziar esse prato!
Engole esse choro!
Cala a boca, não quero ouvir nem mais 1 pio!
Vem aqui agora...Se não te encho de palmadas!”

Muitos de nós fomos criados com essas palavras… eu sobrevivi, e espero que você não seja um espirito lendo meu texto agora…(risos) Mas e seus relacionamentos, tem sobrevivido?
Seus filhos vão crescer, conviver… Que tipo de palavras você quer que seu filho suporte? Qual o nível de carinho, você espera que ele aceite? E como queremos que eles tratem os outros?

“Mas esse menino é terrível, não faz nada do que eu mando!”
Nessa frase vejo uma pessoa completamente perdida no mundo. Desequilibrada, e precisando urgentemente de amor.

Ai o amor… “é paciente, tudo espera, tudo suporta…” amor não maltrata, ele educa com sabedoria. Ele ama tanto, que mesmo quando ofendido, perdoa e escolhe a melhor forma de exortar.

Amor, não faz por recompensa, faz porque não consegue ser diferente. Amor cuida porque é incapaz de julgar mal. Amor não culpa o outro. Procura antes, se melhorar a si mesmo.
Ai o amor…

Um dia de aventura no ZOO DE LISBOA, melhor que ir a Disney!


Eu há muito tempo não via meus filhos assim... claro que o fato de estarmos em Portugal, e eles ouvirem tanto português, também contribuiu...mas a visita ao zoológico, parece que foi um super curso intensivo de vocabulário.



Uma coisa é você ver uma foto de um elefante, outra é sentir o cheiro, o medo, ver comer... se assustar com o tamanho deles.
Ouvi Joana sonhar alto sobre onde vivem os leões marinhos, e os perigos de entrar em um rio com hipopótamos.

Tivemos o privilégio de ver mais de 340 espécies dos mais de 2000 animais. Eu não sei como o pessoal do Zoo consegue, todos animais tão bem tratados e com espaços minunciosamente estudados para o conforto deles e o nosso.


Lugares para dar a papinha aos nossos bebês, carrinhos disponíveis, trenzinho (comboio), teleférico...restaurantes com comida caseira, e bem portuguesa. Até um Mc Donad tem lá dentro!!!

APADRINHAR UM FILHOTE
E se você pudesse escolher o nome de um dos filhotes? Ou mesmo ajudar para que uma espécie não seja completamente extinta... basta enviar um email para comercial@zoo.pt.  Ou diretamente aqui .E se você tem uma marca, eles publicitam para você... super vantajoso!



Quanto custa um dia como esses?
Deixo no blog essa foto que tirei da página do zoo.pt



Gravamos tudo e dividi em 3 pequenos vídeos para você aí, na sua casa, sentir um "cheirinho" do que foi nossa aventura. Foi MUITO difícil selecionar as melhores partes...foi TUDO PERFEITO!

GOLFINHOS!!!


No trenzinho... de comboio pelo Zoo


                                                No TELEFÉRICO.... QUE MEDO!!!


Mãe, Pai, Pedrinho com 1 ano e meio e Joana com ano e meio.

Quando a vida parece estar amarrada...


Viemos viver em Bucareste, num apartamento pequenino, com uma cozinha americana... aquelas que estão dentro da sala.
No inicio até achava bonitinho, acolhedor...até que comecei a não gostar. Com o não gostar, veio a falta de vontade de cuidar.
Nada parecia bom...  de repente, eu já nem tinha prazer em voltar para casa.

Estava a procura de outro apartamento há mais de 3meses, e toda vez que encontrávamos um, alguma situação estragava tudo. 
Sabe quando você sente que a coisa está amarrada e nada anda? Pois é... assim sentia. 

Já estava no incio da gravidez do Pedro, Joana com 2 anos, e não conseguíamos nos mudar.

Até que Deus falou comigo...
Ouvindo um vídeo no youtube sobre limpezas, uma senhora disse: "Quem não sabe apreciar a cozinha que tem, não vai saber cuidar nem de uma super cozinha de novela."
Daquele segundo em diante TUDO mudou.
Comecei a preparar a decoração de Natal... organizar minha mini cozinha e tudo o que estava fora do lugar. Percebi o quão ingrata eu estava sendo.
Fiz uma limpeza de alma. Meus olhos estavam maus, e tudo estava mau, não importava onde eu fosse.

No fim deste mesmo mês, quando já não andávamos a procura, ligaram-nos oferecendo o maior apartamento que vimos desde que chegamos á Bucareste. Com a cozinha que eu queria, e no mesmo preço do que estávamos a viver.
Deixamos o proprietário esperar nossa resposta. Já não ansiosos pela mudança.


Nos mudamos e fomos muito felizes lá... até eu querer um quintal. Mas dessa vez com mais calma, sem ansiedade. Sabendo que o que é nosso, vem no tempo certo. Quando somos gratos os suficiente para enxergar.

"Respondeu-lhe o senhor: ‘Muito bem, servo bom e fiel! Foste fiel no pouco, muito confiarei em tuas mãos para administrar. Entra e participa da alegria do teu senhor!’." Mateus 25:21

Ao vivo, com as leitoras... familia perfeita não existe.

Familia perfeita, conhece alguma? Desconfie!


Esses dias soube pelas notícias online, da existência de uma senhora missionaria, que tinha um casamento "perfeito" e ensinava como viver uma vida feliz. E depois o marido "pastor" foi preso acusado de abusar do enteado dele com 5 anos de idade, filho da missionaria, por dois anos seguidos.

É possível ter uma vida feliz, mas tendo a perfeita consciencia que vai viver sempre em um mundo sujo, corrupto, com uma família cheia de erros e imperfeições. Uns dias mais outros menos difíceis. 

Podemos tudo naquele que nos fortalece (filipenses 4.13). Mas precisamos ser fortalecidos porque somos fracos. Precisamos poder, porque não podemos. E precisar ter é sinônimo de não sermos nada sozinhos.

Também significa, que a exemplo do apóstolo Paulo, que escreveu esta conhecida frase, podemos estar aprisionados com correntes, em meio a um lugar frio e sujo como a de uma prisão onde ele estava enquanto escreveu isso, e ainda assim sermos felizes.

Agradeça a Deus pela família cheia de defeitos visíveis que você tem. Aquilo que pode-se ver ou sentir, nos incomoda e impulsiona a querer tratar. Mas o que está em oculto, com aparencia de perfeição, pode sim estar escondendo um silencioso cancer.

Mamãe, quem é Jesus?



Jesus é Deus, que teve que vir a terra, para nos fazer lembrar uma coisa muito importante, que nos esquecemos.

Existimos para construir casas que abriguem do frio e da chuva. Semear alimentos para que não falte a ninguém. Proteger os animais mais frágeis e pessoas que precisam do nosso socorro.

Esse é o sentido da vida:

Viemos para alimentar, agasalhar, proteger, amparar. Isso é amor.

Um dia, os homens se esqueceram disso, e começaram a fazer picuinhas por regras bobas. Mas aí Jesus veio a terra, e disse:
  "A única coisa para a qual vocês foram criados, vocês se esqueceram. Vocês vieram para amar uns aos outros e a si mesmos. 
Não se esqueçam disso, e enviem essa mensagem esquecida a todos por onde passarem. Quem crê e viver isso, será uma pessoa completa e salva dela mesma. Da autodestruição que a ganância e egoismo proporciona."



Viemos viver para o outro assim como para nós mesmos. E esta é a única verdade.
De resto, basta a cada dia o seu próprio mal.


Em briga de mãe e filho a gente se mete SIM!!!


Presenciei uma cena assustadora. Um pai que esbofetava e arrastava a filha pelo chão, puxando pelo braço no shopping. Enquanto a filha de uns 3 ou 4 anos, chorava e gritava.
Eu não quero saber quem é oque. Eu chamo a polícia. E não deixo ninguém ir embora! (Neste caso, chamei os seguranças do shopping)

Nem sempre é caso de polícia. Mas toda e qualquer situação minimamente ofensiva contra uma pessoa incapaz, você deve sim intervir.

Muita gente se revoltou naquele caso que postei, do menino que foi agredido e maltratado várias vezes na creche. Quando a Jéssica, mãe do menino, me contou que outros pais, presenciaram e não disseram nada. Eu pensava..."se pais, viram, alguém mais, que trabalha na tal escolinha também viu. E como é isso? Ninguém faz nada?".

E você ainda acredita que em briga de marido e mulher não se mete a colher? Que em briga de mãe e filho ninguém se mete?
Por favor, SE META! Não seja cúmplice do agressor.


Não interessa se é em uma boca de fumo (onde vendem drogas), se é uma cultura diferente, ou se você pensa que faz parte da "má educação" local.
Se estão fazendo mal a alguém, você deve intervir. Mesmo que seja dentro da casa de alguém.

Existem serviços que trabalham para te ajudar nesta "luta" e os números de telefones estão na internet. Ligue, envie emails, passe a palavra, faça um vídeo com seu smartphone, faça FOFOCA sim!!! Conte para todo mundo o que está acontecendo. Mas não seja mais um "agressor" por omissão de cuidados.

Pelos meus filhos, pelos meus avós, pelos que não podem se defender eu peço: Seja o bom samaritano do caminho!

Você conhece algum Antônio?



Vi essa história e pensei em você. De quantos Antônios você tem fugido?
"Hoje eu conheci o Antônio quando saía do shopping tijuca. Ele estava com uma caixinha de doce na mão e repetia para quem passava: “- por favor, quem puder comprar alguma coisa… eu só preciso vender…”
Procurei algum dinheiro na carteira pra ajudar, mas não tinha muita coisa. Dei a ele R$2,00 pq não queria comprar doce. Ele agradeceu dizendo: “- Que Deus te dê muita saúde, moça!”. Atravessei a rua mas fiquei tão incomodada que acabei voltando e perguntei se ele não queria comer alguma coisa, pois como estava sem $ ao menos eu poderia comprar uma comida pra ele no cartão. E ele muito gentilmente me respondeu: “- Moça, muito obrigada, mas eu só quero trabalhar! Estou há 2 dias direto na rua tentando vender pra poder comprar amendoim e bombom porque o rapa levou toda a minha mercadoria. Se a senhora puder, eu prefiro que compre um saco de amendoim.”
Eu comprei o saco de amendoim + um de bombom (ele ficou todo feliz e eu ganhei o dia!!!) mas continuei incomodada se ele não queria comer alguma coisa, mais uma vez ele disse que tudo que ele queria era TRABALHAR, vender sua mercadoria pra ganhar seu $ honestamente. Perguntei onde ele fica e pedi pra tirar essa foto…  Ele me disse que quase todos os dias vai ali pra ponte do Nova América (acho que aquela que liga ao metrô)  a partir do meio dia.
Então, amigo (a), só queria pedir para caso vc veja o Antônio por aí, ajude-o comprando um amendoim ou um bombom … Ou da forma como seu coração desejar. Toda ajuda é bem vinda.  Se você nunca passa por ali, ao menos compartilhe o post, vai que algum amigo seu passa… "

Com mais respeito, com mais amor pelo próximo. Enxergue os "Antônios" por onde você passar. Esse é o "Ide", eles são o seu próximo.

A próxima do Antônio aqui foi a Marina Niemeyer, que mais do que ajudar, passou a palavra para que outros o fizessem.

Bebê nasceu, para o vovô e para vovó também!

Foto de Caio, Adriana e sua 5ª netinha.
Quando nosso bebê nasce, estamos dominadas pelos hormônios, estamos cheias de carinho, medo, ciumes, sono. Eu sei, ficamos "ocitocinizadas". Namorando, amamentando, cuidando e lambendo o filho.

E os bons avós? (Sim, os bons, infelizmente não todos)

Eles queriam estar lá. De repente eles revivem todo aquele sentimento, que você agora tem. Sentem aquele aperto no peito, vontade de estar junto, de lamber a cria, de sentir o cheirinho.
Eles querem abraçar, cantar para dormir, embalar dando o conforto, enquanto pedem a Deus para ter saúde e força para ver crescer o netinho.

Avós amam como pais, sentem como pais, mas estão longe e muita vezes ignorados, como "aparentados".
Quando ignorados e colocados de lado, muitos protegem-se do sentimento, sendo indiferentes. Chama-se "estar na defensiva".Protegem-se e atacam se for preciso.

Eu sei, agora mamãe, você quer estar agarradinha com sua cria, mas não se esqueça de ser doce e gentil com a vovó e o vovô. 

Joana brincando com a vovó.

Engula seu orgulho, e ofereça para embalar, deixe amar, deixe sentir, deixe viver. O filho é seu, os avós sabem, e se não sabem, diga. Mas permita sempre que eles sejam mais do que parentes. Não atrapalhe este sacerdócio, que eles devem exercer. Seja mãe de seu filho, e permita que ele tenha avós.

*texto escrito a pensar e pessoas normais, não os abusadores, agressores, e seres humanos maus.

Quem escreve o Mãe de Família?



Sou Stephanie Cabrita, Mãe de um casal, Joana com 3,11 anos e Pedro 1 ano. Casada com André Cabrita (ele não tem facebook rsrs)
Sou brasileira, filha de mãe portuguesa, casada com portugues e mãe de portugueses. Moro na Romênia. 
Sou blogueira desde Julho de 2015, e dona de casa a tempo integral.

Minha área de estudo é medicina (estudei em Espanha), escrevo sobre saúde, comportamento, relacionamentos, educação e até sobre faxina (risos)

Sou uma apaixonada por pessoas.

Já são quase 400 textos na nossa página do blog www.maedefamilia.pt

Comecei a escrever em Julho de 2015, e de lá para ca...me empolguei (risos). Escrevo sempre!!!

São diversos temas, e estão catalogados por Marcadores no lado direito embaixo.
Tem a opção de Busca por palavras específicas, do lado esquerdo em cima da página.

Respondo aos leitores, homens e mulheres de todas as idades, e alguns que permitem, eu posto no marcador: Mãe de Família Responde )



Sinta-se em família, no Mãe de Família.

Organizar férias com meses de antecedência sai muito mais barato!


Organizar férias com meses de antecedência sai muito mais barato!

Hoje em dia, com a internet, vocês podem fazer tudo sozinhos(as) em casa, sem ajuda de ninguém. Então é só sonhar...
Pode ser na cidade do lado...mas sair de casa, faz um bem, que só a gente sabe.
Pense no lugar do mundo que você quer conhecer. Seja realista, principalmente se você tem filhos. Já não dá para ir jogar nos casinos de Las Vegas..rsrsrs
Eu por exemplo, sempre que penso em férias, penso campo ou praia. Ou seja, descanso! Conhecer museus, capelas e castelos é ótimo e tal, mas dependendo da idade da criança, é missão impossível.

O que nós optamos por fazer?
Escolhemos o destino, vemos os melhores preços ao longo do ano todo e tentamos marcar as férias no trabalho para esta época.

Onde ficar???
Nós somos muito poupadinhos,mão de vaca, e quando organizo as férias, eu mãe, procuro tudo sozinha, depois faço a venda do pacote turístico para o maridão e crianças. E com alguma persuasão lavagem cerebral ,todos acabam por topar. Dá para escolher por preço e por descontos.

Mas aí está, sou minuciosa e REALISTA. Tem que ter um lugar para Joana brincar, e um passeio radical para o marido, ou melhor, deve incluir um "spa" ou pelo menos uma massagem de hotel. Normalmente escolho apartamentos, hotel com quarto e cozinha. Isso ajuda a poupar muito! É claro que comer a comida local é maravilhoso, mas podemos optar por apena 1 refeição, por dia, fora. E o resto pelo apartamento do hotel.

E isso tudo, eu consigo fazer pelo Booking. Eles tem um sistema de pesquisa avançada e eu escolho, por exemplo: Apartamento/hotel, em Roma, com transfer do Aeroporto, Próximo ao centro, que tenha spa ou piscina interna, que tenha cama extra para crianças grátis, ou que coloquem se eu pedir por email. Olho se inclui algum lazer, vejo tudo que o hotel oferece, e a maioria dos hotéis inclui algum turismo local. E já está!

Simples, fácil e sem pagar extras a ninguém!
Dá para confiar no Booking?
Nós usamos há anos, e SEMPRE foi ótimo. A melhor parte é que podemos escolher, em muitos hotéis, se queremos deixar ou não o número de cartão de credito. E você também pode fazer a reserva em hotéis que aceitam cancelamento até 24h antes sem pagar nada mais por isso.

E o voo? nós olhamos pelo Edreams, e costuma ser a melhor opção.

Ah, e se vierem passear por Bucareste, por favor, me avisem, e vamos tomar um cafezinho :).


Postagens populares