Mostrando postagens com marcador amor de mãe. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador amor de mãe. Mostrar todas as postagens

Se afoga em contas e não tem nada.

 Trabalhar faz bem, cuidar do seu futuro é importante. Mas será que você tem escolhido bem suas lutas e prioridades? Faz por você ou para ser visto socialmente? É por amor e responsabilidade ou VAIDADE?

Assista este vídeo.



Ter mais filhos?

 Deus,

Que esta mesa não fique vazia...

Que meu trabalho diário continue árduo e cansativo...

Que eu durma SEMPRE implorando por um segundo de silêncio. 

Que minha roupa tenha essas nódoas, e a cozinha tenha sempre alguma loiça por lavar. Que nunca se acabem os pratos na pia, e que os copos continuem nascendo pela casa. 

Deus, que eu me mantenha sempre assim, cheia de tarefas, com vergonha dos vizinhos pelo barulho que "as crianças" fazem... que eu saiba viver esta fase da forma mais saborosa possível.

Que o "CHEGA!", "EU MANDEI PARAR" "DORME AGORA", "NÃO BATE NO SEU IRMÃO " e "PARA DE GRITAR", continuem a ser meu mantra de vida ainda por alguns anos. 

Deus, que meus filhos, ainda que com suas limitações e apesar de minha inabilidade, possam ser crianças felizes e cheias de histórias por contar, todos o tempo, como se cada dia fosse um ano inteiro por viver ou vivido. 

Por Stephanie Matos,

A maedefamilia.pt exausta mas hoje grata.

#maede3quase4 

#ebastaacadadiaoseupropriomal #maedefamilia

Brigas e zangas em casa?





 Quando tudo começa a dar errado... quando ficam nervosos e sinto-me a perder o controle da situação...

Literalmente paro tudo e priorizo nosso amor. É o que eu chamo de Lua de Mel com os filhos. 

Por vezes faço individualmente, agarro-me mais a 1 deles. Em outras é justamente o contrário: trabalhar a união dos meus filhotes. 

 Criar situações em que precisam apoiar-se, unir forças e ganhar cumplicidade.

 Esta semana foi assim... exercitando e zelando pela amizade do Pedro e Jorginho.

 São os dois mais novos e tentam conquistar a atenção dos manos mais velhos (Joana e Afonso) e competem por eles ou por mim. Nesta Lua de Mel, Pedro e Jorginho descobriram que já conseguem se comunicar e que tem muito que aprender um com o outro. Sem competir... juntos são mais fortes.

Voltar ao primeiro amor, faz toda a diferença.

Quem não tem vergonha na cara que atire a primeira pedra!

Uma live do mãe de família que vale a penas assistir...



Olho branco nas fotos, o que pode ser?



A moda agora é fotos com telefone, então quase não se usa o flash...mas acredite, flash pode salvar vidas.

Quando tiramos fotos com flash, os olhos devem ficar vermelhos, ou sem nada...mas se ficarem brancos, é um importante sinal de ALERTA!!

O Retinoblastoma é um tumor maligno (câncer) na retina que afeta geralmente crianças até os 6 anos.
A retina é um tecido nervoso que reveste a parte posterior do olho, responsável por detectar a luz e enviar as imagens ao cérebro.
O Retinoblastoma é um câncer de primeira infância que podes se apresentar em um período que vai desde a formação fetal (na barrigada mamãe) até os 6 anos.

É uma doença congênita, autossômica dominante. Passando de pais para os filhos. Quer dizer, se o filho tem,procure nos pais,se os pais têm,procure nos filhos.

É popularmente identificado pelo brilho branco do olho nas fotos com flash.
Apresenta se com manchas brancas na pupila, estrabismo, vermelhidão e dor no olho.
Causa deficiência na visão e cores diferentes nas íris de cada olho, seguida de inflamação e glaucoma.
Em piores casos, comprometimento de todo canal orbicular, metástase.

Pode afetar apenas 1 ou os 2 olhos ao mesmo tempo. 

Se um dos pais tem, ou se estão pensando engravidar saiba que:
Graças aos avanços da ciência, hoje em dia é possível o diagnóstico Pré-implantacional, que permite ter um filho sem transmitir a doença. Sendo implantados apenas os embriões saudáveis (por fertilização invito). 


Tem tratamento
O tratamento é de acordo com o tamanho e agressividade do tumor.

Simplificando: Se forem identificados tumores pequenos, inferior a 3milímetros, são feitos tratamentos locais com Laser e/ou crioterapia.
Para os maiores, múltiplos ou bilaterais, é feito um tratamento quimioterápico, uma quimiorredução, que como nome diz, reduz o tamanho do tumor.
Depois é feito o tratamento a laser, crioterapia ou mesmo radioterapia.
Nos tumores muito extensos, ou em que existe opacificação ou neovascularização da íris é feito a enucleação do olho afetado.

Graças a grande evolução terapêutica, em muitos casos é possível salvar a vida da criança e até mesmo preservar o olho com alguma qualidade da função visual. Por isso, fiquem atentos aos olhos das vossas crianças.
Quanto antes for identificado, melhor é o prognóstico.

Postagens populares