segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Com filhos, nem Sempre nem Nunca!

Com filhos, nem Sempre nem Nunca!


Antes de sermos pais, é tão fácil julgar outros pais.
Me lembro de tantas crianças que vi "mal educadas" gritando com seus pais e até batendo. E eu pensava: "Meus filhos não vão fazer tal coisa, que horror!!"

Um dia com meu marido no shopping, vi umas crianças com uns 5 ou 6 anos comendo, um hambúrguer do McDonald, e eu disse: "Amor, nossos filhos, só vão comer comidas caseiras, se quiserem hambúrguer fazemos em casa da forma mais saudável possível." Na época eu já estava grávida.

Não demorou muito para eu aprender a não dizer que “desta água não beberei”.

Um dia, já exausta, saí com Joana de carro, e passei pelo drive-thru (para quem não sabe, é comprar lanche sem sair do carro), e lá estava eu dando uma batata frita do McDonald na mão dela, para se entreter. Ela tinha 8meses (Não faça isso).

Só para terem uma ideia, essas são algumas das coisas que eu Nunca faria, mas que afinal já fiz com a Joana, antes dos 3 anos:
  • Pintar unhas;
  • Passar batom;
  • Dar Fast food;
  • Ver televisão;
  • Dormir na minha cama;
  • Usar trela, aquela que parecem as dos cães (achava um absurdo ver pais com aquilo.. Como eu os entendo agora...(risos);
  • Deixar dormir sem tomar banho;
  • Brincar com celular, tablet e qualquer coisa eletrônica;
  • Ficar acordada depois das 10h da noite;
  • Dar doces, chocolates ou aqueles biscoitos que são quase que isopor sem nada nutritivo.
São mais,com certeza,mas não me lembro agora (Risos).

Depois de ser mãe, olho com muito mais compreensão quando vejo uma mãe correndo pelo super mercado com o filho no colo, procurando um banheiro para ele fazer xixi.
Ou quando vejo uma criança que se joga no chão pedindo alguma coisa.

Quem nunca passou por algum constrangimento com seu filho, que me ensine o truque.

Eu basicamente me tornei muito mais flexível.
Tá sujo? ganha anticorpos!
Caiu no chão? O que não mata engorda (Risos).
Não quer comer? come depois.
Aprendi a negociar, não ser tão imperativa..."Oh minha filha, não posso comprar esse avião, mas posso te dar uns 20 aviões de papel, e ainda brinco com você...pode ser?"

Em resumo, aprendi a Não dizer "Sempre ou Nunca".




Se quiser, pode ler agora o post sobre Ver ou não televisão
2 3 4 5 6 7

Postagens populares