segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Ninguém presta!!

Mãe de Família. Foto do meu Pedro.

As pequenas gentilezas, você nota?

Tenho sentido mais na alma os pequenos gestos de bondade.

Uma pessoa que se levanta para eu me sentar com o bebê,  alguém que segura a porta do elevador para mim ou mesmo um sorriso inesperado e desinteressado. Que gostoso ser bem tratada.

A maturidade deu-me uma visão diferente desses gestos simpáticos. Eu vejo Jesus nessas pessoas.

Momentos em que eu preciso de uma ajuda, nem que seja para levantar o carrinho do bebê. Momentos rápidos e cheios de gratidão por parte de quem me da. Exatamente isso. Que me ajuda, parece me agradecer.
Fazem e sorriem e quando eu agradeço se constrangem.

Que bonito ser assim.
E assim eu vejo Jesus ser.
Fazia pelos outros como quem fazia para si mesmo.

Amava, curava e ensinava, não porque queria ser adorado. Mas porque ele queria amar. Posso mesmo dizer que Ele, o messias, agradecia por curar, por ajudar, por consolar.

Tanta gente cristã nesse mundo, mas parece que poucos querem realmente se parecer com Cristo.

Dar ao outro porque ama dar, se doar e depois agradecer.
Muitos querem o mérito. Ajudar alguém e ser louvado pelo que fez.

Jesus não, ele sentava no jumentinho, ele comia com pobres, e não aceitava ser louvado. Dizia, "vai e não conte a ninguém".

Mas a beleza de Deus é essa, ele não precisa do nosso louvor. Ele faz porque nos ama.
Ser como Ele, ou seja, ser seguidor de Cristo, é ser assim, carregador de cruz, e ser apaixonado, pelo próximo. Essa é a Paixão de Cristo.

Leia também Deus deixa de me ouvir?
2 3 4 5 6 7

Postagens populares