domingo, 24 de abril de 2016

Não quero que ela pegue meu bebê no colo.



É bastante normal este sentimento de zelo e posse. Somos animais, e mesmo que racionais, por vezes o instinto de preservação pode nos deixar bastante possessivas.

Durante o primeiro mês, é normal querer estar 100% colada ao seu recem nascido. Mas eu te garanto, um colinho extra pode ser uma grande vantagem.

Você tem todo o direito de dizer não, e aconselho que diga não a toda pessoa que te seja desconhecida, vizinhos, curiosos. E principalmente, não deixe crianças pegarem seu filho. Muita falta de responsabilidade, mas isso acontece.

Os parentes diretos do bebê, devem sim poder ter o acesso facilitado, ao sobrinho e neto deles, más,sem nunca "arrancar" de seus braços, o filho é seu.

O filho é vossa responsabilidade, do pai e sua, e a palavra final deve ser sempre vossa. E eles terão o resto da vida para abraçar seu filho, se quiserem. Mas evite criar desavenças familiares nesse momento que deve ser de alegrias.

Mantenha a vigilância, esteja presente, mas não perca o bom senso. O que nos diferencia dos animais é a consciência e direito de escolha. Não reaja apenas pelo instinto, mas nunca deixe de ouvir a voz da intuição.

Se sentir que os ciumes estão te dominando, fale com seu medico, ele poderá te encaminhar a um profissional habilitado a te ajudar com este sentimento. Todo excesso nos faz mal.
2 3 4 5 6 7

Postagens populares