quinta-feira, 29 de junho de 2017

E quando seus filhos brigam, o que você faz?

Oi...
Pelo vídeos que você faz eu vejo que a minha casa e um pouco parecida com a sua, tenho uma menina de 2 anos e um menino de 4, eu queria saber como vc procede quando eles brigam, seja por brinquedos, ciúmes, as vezes até por motivo nenhun !! 😔
Aqui em casa e Assim,  eles estão bem ai do nada eles estão brigando chorando gritando um com o outro...


As vezes temos atrito por aqui, mas não dura mais que 1 minuto. Ensinei que ela (5 anos) deve falar COM ele (2 anos) e não PARA ele.
Como assim? Reparei que o que prolonga o stress são as queixinhas:
 "Olha mãe... Socorro..olha o que ele fez!!!" "Mãe...ele não me deixa brincar com nada!!!"
Coisas que acontecem quando ele quer toda a massinha, ou quando quer a boneca que está na mão dela. E se eu não apareço na mesma hora para intervir, a crise piora.
Não quero intervir. Mas se não intervenho, ela ou ele, meio que abusam e aproveitam-se para "vingarem-se". Tudo muito sutil... Joana grita ou aperta a bochecha dele... ele da um tapinha ou puxa o cabelo dela.
Percebi que a raiva aumentava pela minha falta de apoio.
"Para vc está errado!" "Para...isso é do Pedro". Eles se sentem vingados e recompensados quando eu falo isso, o que é muito ruim.

Então, identifiquei que quando transfiro a eles a responsabilidade de argumentar, eles tem que se entender sozinhos.

Nesse momento, Pedro não tem cognição neurológica suficiente para argumentos... mas a Joana tem.
Então falo como se ele percebesse tudo:
"Joana e Pedro... olhem um para o outro.
O que vc quer Joana...?, Mãe, eu quero o lápis azul!! Ele não me deixa desenhar!,
Não falem para mim... falem um como o outro.
Pedro..
 quero o lápis azul".
Fazendo isso tirei grande peso da raiva que eles sentem.
A maioria das vezes as emoções se confundem e eles não sabem o que sentir...pensar.
Nós, os adultos, temos que estar em paz, ter animo leve e não julgar nem mesmo com os olhos, para que não se sintam afrontados.

Acredite, não tem nada a ver com a bola, com a roupa, com a comida que o outro tirou.  É uma briga de descontrole emocional. Não existem errados e certos. Por isso não podemos tomar partido... mas devemos ensinar a resolver.
"O que vc precisa Pedro? Diga a ela. O que vc não gosta que ele faça Joana? diga a ele, com calma. "

Recomendo também a leitura desse texto.. Briga entre irmãos.


2 3 4 5 6 7

Postagens populares