quarta-feira, 22 de julho de 2015

Aonde é o atendimento prioritário??


Qual o significado da palavra prioritário.
Sou mãe de duas crianças pequenas, um deles recém nascido. Estive há pouco tempo super grávida, daquelas de pé inchado (risos).. E rara vez alguém demonstrou gentileza ou me permitiu passar a frente em um fila. Mesmo sendo em muitos lugares um direito, protegido por lei.
Mas por que é preciso uma lei?
Não seria uma questão de educação básica?
Sempre que tenho oportunidade, ensino à Joana um pouco de civismo.

Se vejo que uma pessoa vai atravessar a rua, e eu estou dirigindo(conduzindo), eu paro meu carro, e espero até a pessoa terminar a travessia.  Aliás, em Portugal isto é lei sujeito a multa.

Quando vamos passar por uma porta, eu seguro para alguém que vem depois de mim.
Não faz mal ser gentil. É bom para ela ver isto.
Se alguém me presta um serviço eu digo obrigada e insisto para que Joana diga também.

Nunca a deixo jogar nada no chão. Peço para que ela vá ao lixo colocar um papel ou o que seja. Muitas vezes só pelo exercício da educação.

Quando estamos em uma piscina, ela é incapaz de fazer xixi na água. Ensinei que não se faz xixi, e ela simplesmente não faz. (Com 3 anos)

Educação vem de casa. Dos exemplos do dia-a-dia. Das gentilezas que vêm os pais fazerem uns aos outros.
Falar delicadamente, sem raiva, sem agressividade ou ironia. O respeito é lindo!

Somos perfeitos? Não! Sei quais são meus defeitos, sei o que me irrita.
Mas por saber onde eu erro, eu me vigio mais. É um trabalho diário.

Com um pequeno gesto, posso fazer mal à alguém. Vale a pena?  Se eu posso ser boa, por que vou ser má?
 E para isso não preciso de lei, regra,ou placa para me obrigar. Basta uma decisão.
Afinal de contas, para mim, por um princípio de educação, o prioritário é o meu próximo.
 
2 3 4 5 6 7

Postagens populares