domingo, 11 de outubro de 2015

Estimular o desenvolvimento psiquico e motor

Aprender não precisa ser chato e cheio de regras complicadas.
Regras são importantes, e limite é delicioso quando bem explicado.

Crianças gostam de 1-Aprender, gostam de 2-Fazer sozinhas, e gostam de 3-Brincar. Então, podemos e devemos conciliar os 3.



Ensinamos, deixamos fazer e fazemos juntos. Cada um faz o seu... um ajudando o outro.
Com o que você tiver em casa.

Se seu filho tem dificuldade em segurar os talheres, aproveite para brincar com ele,fora da hora das refeições.
Brinque de comidinha, e deixe ele se familiarizar com a colher, com o garfo, e ate com uma faquinha que não corte ou tenha ponta. Os talheres de plástico ou mesmo os de peixe, que não tem corte, são perfeitos para isso.

Brincar de recortar jornal/revista pode ser uma ótima brincadeira.
Aproveite para ensinar cores, letras, números. Pode lhe dizer que recorte círculos, retângulos, cubos... e assim aprende as formas.
Podem os dois procurar cores especificas ou letras e números na revista.
Observe o desenvolvimento do seu filho e estimule dentro do que ele consegue.

Não estrague a brincadeira com pressão. Lembre de se divertir e deixe ele escolher o que fazer. E quando fizer, aproveite para dizer... "Boa,você fez um recorte em círculo. Quer fazer outra vez?"
Até o passar a cola na folha pode ser um momento de aprendizagem


Minha Joana e super vaidosa, e aproveitei para fazer colares e pulseiras com ela. Além de formas,números e cores, aproveitamos para falar sobre dar e receber. Então ela fez um colar para sua melhor amiguinha.

Que tal fazer um bolo com seu filho. Deixe-o bater a massa, e permita que veja como os ingredientes se misturam. Aproveite para falar sobre medidas. "Aqui vai 1 copo de leite." "Uma pitada de sal"...
Como cresce um bolo no forno, pode ser mágico.
Tudo em casa é novo e se bem apresentado, pode ser um aprendizado.

Leia também, como ensinar limpando
2 3 4 5 6 7

Postagens populares