quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Amamentar sem bico do peito. Relato de uma mãe guerreira, que venceu o desafio.

Stephanie - Olá Mayara,  vi seu comentário, e sinto que você tem muito a nos ensinar.
Gostaria de nos contar sua história?

Mayara Miranda - Sobre a amamentação ?! ...
Me da calafrios só de lembrar pelo que passei :'(

"Antes de ter a Melissa eu não tinha bico no peito, umas pessoas falavam pra esfregar a bucha vegetal, outras pra passar pomada e muitas outras coisas. Difícil saber o que realmente iria dar certo. A única coisa que fiz foi tomar banho de sol por 15 min todos os dias.
Todos me diziam,que na hora que o bebe nasce, o bico simplesmente aparece.
No dia em que minha filha nasceu e fui amamentar parecia tão fácil.
Amamentei tranquilamente no primeiro dia, mesmo sem bico, coloquei a boquinha dela na mama e ela sugou direitinho (pelo menos era oque eu achava).
No segundo dia a coisa começou a ficar feia.
Amanheci com meus seios empedrados, vazando leite, e nada de bico aparecer.
Começou minha luta para amamentar.
Vieram enfermeiras e médicos me ajudar mas nada dava certo.
Toda hora vinha alguém me ajudar. Me ordenhar, massagear as minhas mama. Mas estava tão difícil que as enfermeiras suavam e nem conseguiam tirar meu leite.
Eu chorava o dia inteiro.
Fiquei 3 dias no hospital, 1 dia a mais do previsto, por que Melissa tinha perdido peso e os médicos estavam preocupados de eu não conseguir amamentar.
Cheguei a dar o leite que me trouxeram do banco de leite. Chorei ainda mais, nessa hora, porque pensei que não tinha mais chances de amamentar minha filha.
Vê-la tomar o leite de outra mamãe, pra mim, foi muto difícil.
No dia da alta, enquanto assinava os papeis, ouvi uma enfermeira falando para outra -"Essa menina vai voltar você vai ver, ela não tem condições de amamentar".
Sai do hospital paralisada...
Chegando em casa, deu a hora de amamentar, eu chorava de soluçar, me contorcia, e não queria ninguém por perto pra ver meu sofrimento.
Minha mama ficou em carne viva, rachou, saia sangue na boca da minha filha.

Foto da Mayara, amamentando Melissa, ainda recém nascida.
Nota: essa mãozinha segurando sua mão, Mayara, vale mesmo tudo!

Em casa tudo era pior porque não haviam enfermeiras para me ajudar.
Passei tanta coisa na mama: Casca de mamão, casca de banana, alface, fiz compressa de chá de camomila. Passei 3 tipos de pomada, passava o leite, e nada parecia ajudar.
Ficava o dia inteiro com as mamas de fora, chegava visita e eu não estava nem aí. Costumo dizer que minha vergonha ficou no hospital.
Cheguei a ir 2 vezes no banco de leite do hospital para procurar ajuda e ver se estava fazendo alguma coisa errada, mas a pega estava correta e Melissa estava sugando perfeitamente.
Sogra, mãe, parentes e amigos insistiam para dar a fórmula, mas isso nem passava pela minha cabeça. Amamentar é um momento único entre mãe e filho, eu não queria perder esse momento magico por NADA...
Dois meses se passaram e, por fim, estava amamentando tranquilamente. Apenas uma mama tinha saído o bico, o outro só saia quando ela mamava.
A única coisa que achei que realmente funcionou foi a compressa gelada de chá de camomila. Passava o meu próprio leite e deixava secar e deixava as mamas respirarem (eu ficava o dia inteiro com eles pra fora rs)...
Hoje Melissa tem 4 meses e continuo apenas com 1 bico. Mas apesar de todo sofrimento que passei, eu não me arrependo.

Melissa, filha da Mayara.
Tenho muito orgulho de mim por não ter desistido em nenhum momento.
Sei que fiz a coisa certa pela minha filha, ter ela me olhando e me fazendo carinho enquanto a amamento. Dor nenhuma me faria desistir disso.
AMO minha filha, AMO amamentar."

Obrigada Mayara Miranda. Você é uma verdadeira Mãe de Família!




2 3 4 5 6 7

Postagens populares