Grupo Mãe de Família SA

domingo, 17 de janeiro de 2016

Não tenho prazer no sexo (leitora pergunta)



"Fazendo amor com meu marido não sinto nenhum pouco de prazer. Gostaria de saber da mãe se isso e normal ou estou com problemas?"

A mulher casada não ter prazer é o mais comum, mas está longe de ser o normal.
Como você vê seu companheiro?
Gosta dele? Olha para ele e pensa: "que homem gostoso!!!" Ou pensa: "lá vem ele de novo"...

E como ele faz? Chega, mete, ejacula e sai?
Se for assim, realmente não dá para sentir nada. E isso é o pior que se pode fazer. Muitos homens são assim, e penso que em parte é culpa das mulheres, que depois de um tempo de casado, ou porque tem filhos, apenas fazem sexo para complacer o marido. Ou melhor, não faz sexo, apenas abrem as pernas e manda entrar.
E com certeza é culpa do marido que não entendeu que o prazer dele tem que ser o dela. Ou seja, o tesão dele deve ser, a mulher dele tendo orgasmos. Não ser egoísta e gozar sozinho.

Mas isso tem solução.
E se não parte dele, a busca pelo seu prazer, pode e deve partir de você mesma.
Na cama a esposa pode ser "safada".
Porque realmente, estar ali, levar com um pênis, sem vontade nenhuma, e depois acabar, isso não é nada bom. E é ruim para ele também.

Antes de mais, você deve gostar de você.
Se prepare, esteja limpa e com cheiro bom. Por você! E exija (com carinho) isso da parte dele também.
Depois, pense no sexo. Pense em você  com vontade de fazer. Pense no seu corpo, no corpo dele. Fantasie o que você quiser... mas na hora do sexo só pense em coisas eróticas. Esquece os filhos, a casa, o trabalho. Foco no tesão!
Entregue-se, toque-se, ponha a mão dele onde você gosta de ser tocada. Mas sem pressão!!! Tudo eroticamente.
No inicio, ou nas duas ou 3 primeiras vezes pode ser que não seja como você gostaria, ainda... mas sexo é assim: Quanto mais se faz, melhor fica.

Não pense nele como o marido que fez isso ou aquilo hoje. Que entrou com o sapato sujo,deixou a toalha no chão do banheiro, ou que, disse aquela grosseria. Pense o mais sexual possível. 
É seu marido, e você é mulher dele, pode ser devassa. Até Deus apoia.

Foco na "safadeza" para você mesma, e para ele. 
Quando se aperceber, que está te dando prazer, ele vai querer fazer mais vezes do jeito certo.

E isso vai se refletir positivamente no vosso relacionamento. Aumenta a vossa cumplicidade, carinho e respeito.
Mas se isso não acontecer, se ele é um "ogro", bruto que não te respeita... A porta da rua é serventia da casa! E isso Deus apoia também.
Boa sorte, e bom trabalho de reconstrução da sua vida sexual.

Leia também Mulher submissa
2 3 4 5 6 7

Postagens populares