terça-feira, 29 de março de 2016

Gravidez não precisa ser o fim das nossas carreiras. 


Queremos ter nossos filhos, temos que povoar a terra, e queremos continuar a trabalhar, ter nossa vida profissional, sem sermos "desrespeitadas" por estarmos gravidas ou amamentando, ou porque temos que ficar em casa com o filho que está com febre.
Mas infelizmente isso é para a maioria de nós um sonho, quase que uma fantasia boba. Longe de ser aceito pelos patrões e clientes.

Pensando nisso, a Pesquisadora Espanhola Laura Lorenzo da Universidade Laurea University of Applied Sciences que é Mãe de Família como nós, decidiu dar voz aos nossos sonhos, e está fazendo um trabalho de investigação para propor mudanças baseadas nas nossas experiências.
Porque está mal como está e isso nós sabemos, mas os governos e mercados precisam de pessoas reais, e mais detalhes sobre o que não está bem. E ela precisa que a gente responda algumas rápidas perguntas.

                                 Clica aqui para ver o questionário

Se você está grávida e trabalha ou está em em baixa médica, ou se é mãe trabalhadora em licença de maternidade ou com crianças até os 4 anos de idade, por favor participe e responda o questionário.

Se você quiser saber mais, e se envolver um pouco mais nesse trabalho, no fim do questionário, tem um convite para uma entrevista online. Aceite! Ela precisa de pelo menos 100 gravidas/mães para a entrevista.

Não seja indiferente, e com alguns segundos do seu tempo,ajude a mudar o mundo, nessa geração ou para seus filhos e filhas.


2 3 4 5 6 7

Postagens populares