domingo, 22 de maio de 2016

Birra no supermercado



Eu estava no supermercado com minha filha... quando vejo um menino começar a chorar. Ele deve ter entre 3 ou 4 anos, tal como a minha Joana.
Jogou-se ao chão e chorava aos gritos.

E a mãe? Fez exatamente o que eu faria...(e já tive que fazer).
Esperou o menino se acalmar. Não olhou para ninguém, não gritou, não tirou o menino do chão, não fez cara de má nem ignorou.

Parou e pacientemente, em pé, como estava antes, esperou.

Passado um infinito e longo minuto... o menino levantou a cabeça, ainda chorando olhou para mãe, e disse qualquer coisa.

A mãe, com uma cara tranquila, sem desdém, deboche ou cara de raiva, disse alguma coisa, calmamente. E agachou.
Estendeu a mão, e o filho sentou-se em seu colo, ainda agachada.
Ela o abraçou, secou-lhe as lágrimas enquanto conversavam... em menos de um minuto, levantaram-se, e de mãos dadas foram embora.

O que eu vi?
Uma mãe simples, amável e priorizando o filho.
O que eu pensei sobre ela? Que ela ama e é educada.
O que eles conversaram? Não faço ideia! (risos)

Nem sempre é o que aconteceu que escandaliza e envergonha. Na maioria das vezes, é como reagimos que estraga tudo.
Amor e calma sempre ficam bem.

Recomendo que leia o marcador Birra... :) 
2 3 4 5 6 7

Postagens populares