quarta-feira, 29 de junho de 2016

Em briga de mãe e filho a gente se mete SIM!!!


Presenciei uma cena assustadora. Um pai que esbofetava e arrastava a filha pelo chão, puxando pelo braço no shopping. Enquanto a filha de uns 3 ou 4 anos, chorava e gritava.
Eu não quero saber quem é oque. Eu chamo a polícia. E não deixo ninguém ir embora! (Neste caso, chamei os seguranças do shopping)

Nem sempre é caso de polícia. Mas toda e qualquer situação minimamente ofensiva contra uma pessoa incapaz, você deve sim intervir.

Muita gente se revoltou naquele caso que postei, do menino que foi agredido e maltratado várias vezes na creche. Quando a Jéssica, mãe do menino, me contou que outros pais, presenciaram e não disseram nada. Eu pensava..."se pais, viram, alguém mais, que trabalha na tal escolinha também viu. E como é isso? Ninguém faz nada?".

E você ainda acredita que em briga de marido e mulher não se mete a colher? Que em briga de mãe e filho ninguém se mete?
Por favor, SE META! Não seja cúmplice do agressor.


Não interessa se é em uma boca de fumo (onde vendem drogas), se é uma cultura diferente, ou se você pensa que faz parte da "má educação" local.
Se estão fazendo mal a alguém, você deve intervir. Mesmo que seja dentro da casa de alguém.

Existem serviços que trabalham para te ajudar nesta "luta" e os números de telefones estão na internet. Ligue, envie emails, passe a palavra, faça um vídeo com seu smartphone, faça FOFOCA sim!!! Conte para todo mundo o que está acontecendo. Mas não seja mais um "agressor" por omissão de cuidados.

Pelos meus filhos, pelos meus avós, pelos que não podem se defender eu peço: Seja o bom samaritano do caminho!
2 3 4 5 6 7

Postagens populares