quinta-feira, 21 de julho de 2016

A baguncinha que pedi a Deus.



Antes de dormir, indo em direção a cama, sem querer chuto um carrinho.  As luzes já estavam apagadas,e eu nem vi o bendito.
Pensei meio zangada... mais um? Quem deixou este aqui?
Na mesma hora, me veio a mente um pedido que fiz à Deus, há exatos 10 anos.
Com 23anos, feliz no auge da minha mocidade, durante as férias de verão da minha faculdade de medicina. Estava na praia de Valdelagrana em Espanha, sentada sozinha na varanda do apartamento (que divida com colegas), 4°andar de frente ao mar, olhando o pôr do Sol. Cenário paradisíaco...e eu me senti só.
Parei o computador portátil, meu melhor amigo de estudos e conversas...e disse à Deus. "Pai, da-me uma família. Quero um marido amoroso e fiel, que não seja mesquinho, quero uma família grande, cheia de barulho no natal. Não quero nunca mais me sentir sozinha".

E ontem, olhando aquele carrinho no chão... me senti a mulher mais realizada do mundo.
Muito em mim mudou, física e psicologicamente.
Hoje, meu conceito de felicidade, inclui crianças fazendo barulho e brinquedos espalhados.
Obrigada meu Deus, pelos carrinhos no chão e a panelinha vermelha que está sempre no chão no banho.

Obrigada por realizar os desejos que nem eu sabia que tinha no coração, e me fazer todos os dias querer ser a Mãe de Família.
2 3 4 5 6 7

Postagens populares