sábado, 27 de agosto de 2016

Meu bebê de 1ano e meio, não me obedece!



Tudo tem um contexto, eu sei... e você não tem os mesmo problemas que eu, que a sua vizinha, ou que aquela outra mãe no parquinho de hoje de manhã...
Mas acredite, o motivo do seu filho é o mesmo:

  1.  Ele tem sono, fome ou dor...aqui o tratamento é óbvio.

  1.  Ele quer brincar, precisa ser visto, ouvido, "sorrido".

Mas você está no cartório, assistindo ao casamento da sua única irmã, e ele não para quieto.

 PREVENÇÃO!
Tenha lápis (giz de cera de preferencia) e papel para ele desenhar,  tenha o ursinho preferido, tenha comida fácil (banana por ex.), água e prenda a atenção dele.

Olhe para ele, nos olhos (importante) e diga com carinho, mas séria : PARE!
e em seguida ofereça a distração que você já trouxe de casa.

Não saia do ambiente que você está! A não ser que você não queira mais voltar (meu truque para fugir de reuniões chatas rs).
Mantenha-se calma, não demonstre ódio, todos entenderão. E por mais feia cara sua tia avó faça, não fique com raiva, continue sendo a mãe do seu filho e não dos chatos que pelos vistos nunca tiveram infância.

Em casa, seu filho traquina não para de desligar a playstation com o dedão do pé (hum..que específica rs), nesse caso, o tratamento é exatamente o mesmo.

Avalie qual dos dois motivos (citei acima), e trate da mesma forma. Assim, na rua ele entenderá o que se passa e terá a mesma postura.


Em casa,você não tem olhos e caras feias dos outros. Por sua vez, está firme, calma e não passa ansiedade da frustração de ser mal vista.
 Por isso é muito importante na rua você manter seu espírito "TÔ NEM AÍ" para as críticas alheias, enquanto acalma seu filho.

Não deixe de ir aos lugares, mantenha uma vida social, em horas normais para uma criança (antes das 22h deve dormir). E ensine desta forma, com TERNURA a parar e se entreter nos seu próprios afazeres. Por isso a importância de ter o material de prevenção que citei.

Dica final: Na igreja, mantenha a mesma postura. Se houver um desabamento e todos morrerem durante a missa-culto...(DEUS NOS LIVRE!) se tem alguém que vai para o céu, é seu bebê. Já aquela pessoa que te manda calar, e sei la mais quem... hum... esses só Deus sabe. Mantenha seu respeito pelo próximo, mas sua prioridade é seu filho.


2 3 4 5 6 7

Postagens populares