quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Se eu não bater nem castigar, como meu filho aprende?

Nem por castigo, nem por recompensa. Eles fazem bem porque querem ser bons e acreditam que isto é o melhor.

Seria perfeito se na prática fosse 100% assim. Tão perfeito que eles seriam arrebatados ao céu por tamanha santidade.


Mas não é por eles falharem que eu deixo de perdoar e continuar ensinando.
“não… você não vai bater no seu irmão. Porque ele fica triste, porque ele aprende e vai te bater e você vai ficar triste. E porque toda forma de violência sempre piora tudo.”

“Você vai comer tudo, porque você precisa ganhar energias e vitaminas.
Se você não comer, você pode ficar doente e não poderemos brincar no parquinho.”

Eu não preciso inventar leis para punir meus filhos. Tudo o que peço para que façam, é para evitar o pior. E quando não obedecem, o pior acontece naturalmente sem minha interferência.
Exatamente como Jesus nos ensina. eu não vivo debaixo da lei, se creio no evangelho de Jesus. Continuo errando, minha carne é burra. E por isso colho os próprios males que eu planto. Sem castigo divino, desde que Jesus morreu por nós é assim.


Algumas vezes falo mais forte e firme para que façam o que eu mando? Claro! Crianças não entendem sempre o que é melhor para elas. E depois naturalmente digo: "viu, aprendeu? Papai e mamãe sabem o que dizem. Ouça e aprenda!"

Aqui em casa, vivemos 1 dia de cada vez, sem medo do futuro. Apenas confiando que fazemos o bem hoje e que por isso tudo hoje nos irá bem. Amanhã não nos pertence.
Basta a cada dia o seu próprio mal.

2 3 4 5 6 7

Postagens populares