domingo, 11 de fevereiro de 2018

Você está muito estranha....


Assim tão rápido? Um dia sou teu amor, sua prioridade, no outro você nem pode me ver?

Não, não foi rápido. Eu senti cada segundo de abandono, que você chamava de teu tempo. Eu senti cada ida que você sorria mais com os outros do que nunca sorriu comigo.
Eu fui me apercebendo, mais lentamente do que eu gostaria, que tudo era melhor para você, do que estar comigo.

Não foi assim tão rápido... demoraram vários jantares com cara amarrada e respostas mal dadas.
Tardou... foi o tempo de varias desconfianças e suspeitas absurdas que você me tinha. Todas as vezes em que não me defendia quando alguém me diminuía.

Todas as vezes que me disse que eu sou mesmo ruim, que meu jeito é uma merda e que eu só falo bobagens.

Demorou... não foi assim tão rápido. Foi lentamente que eu desisti de mim, do meu respeito próprio e apenas pedia desculpas.
Eu sei, eu me enchia de razão... eu me rebelava contra o que suspeitava ser errado. Minha alma gritava de agonia, eu sabia que isso não devia ser assim.

"Eu sei... sou uma pessoa difícil e tenho sorte de você me suportar... que sorte a minha você me perdoar e aguentar estar comigo".

Não foi rápido... não foi de uma hora para outra. Quem dera tivesse sido. Foram anos de auto destruição que agora desisti de reconstruir.

"Você está muito diferente!"

Estou mesmo... eu não vou juntar os caquinhos daquela pessoa que fui, nem isso quero mais. Foram tantos fungos que criei na minha imagem, que não quero nem polida aquela pessoa que fui ao seu lado.

Quero ser nova, do jeito que eu quiser.
Faço por mim, eu posso, eu vou, A VIDA É MINHA!!!!
Faço pelos meus filhos, por mais que você insista em dizer que sou má mãe. Tua opinião aqui já não importa.

Eu agora sou outra. Rápido ou com vagar, agora isso já não importa a você, o tempo é MEU, e eu sozinha vou escolher quanto gasto ou não dele.
Stephanie de Matos

2 3 4 5 6 7

Postagens populares