terça-feira, 2 de agosto de 2016

Desmame.

Boa noite! Curto muito sua página.. já me ajudou muito nessa caminhada que é ser mãe.. por isso venho aqui lhe pedir ajuda,estou perdida.. meu filho tem 1 ano e 2 meses.. Um fofo! Meu amor! Mas há algumas semanas venho passando por uma difícil situação.. preciso fazer uma cirurgia.. não posso adiar pois a espero a 12 anos e para isso preciso tirar meu baby do mama do peito. Ele mama em livre demanda desde que nasceu, já come super bem, não aceita mamadeira e solicita o peito principalmente a noite. Almejava o desmame natural, mas a cirurgia sairá em 2 meses. Li vários textos na net, q em nada me ajudaram,pelo contrário, me deixaram com a consciência pesada.



Olá .... aos poucos comece a retirar a mama. Esteja atenta principalmente a sede dele. Se ainda não tem, compre uma garrafinha para beber água sozinho. Deixe bem disponível para ele mesmo ir buscar. Nessa fase, pedem mais leite ao longo do dia por sede. 

Durante a noite, não ofereça a mama no primeiro chorinho dele. Tente apenas acalma-lo para que volte a dormir.
Se vocês dormem juntos, tome um banho e passe um hidratante no peito, para camuflar o cheiro. Troque a roupa de cama e qualquer vestígio. Essa parte custa um pouco mais, porque estamos cansadas, mas com sorte bastarão duas noites, e acabam-se as mamadas noturnas. Para outras mães pode parecer estranho, mas quando fazemos livre demanda, nos habituamos a oferecer o peito meio dormindo, e é rápido. Mas a verdade, é que ,não é uma necessidade nutricional deles. 

Atenção a alimentação, ofereça comida fácil como purê, alem da comida normal, pelo menos nesse período de desmame.

Evite durante todo o tempo oferecer a mama, até para adormecer. 
Brinque muito, para deixa-lo exausto. Dê um banho longo, que cansa ainda mais, evite a posição de embalo. 
Peça outra pessoa, se possível, para pô-lo a dormir.

Em todo o processo, não use decote. Nem para dormir. Ele não deve ver seu peito, nem muito a forma dele. Camuflagem total. (Risos)

Não ampute a mama dele, não sofram juntos por antecipação. 
Se em algum momento for preciso fazer esse corte de maneira mais brusca, que seja na sua ausência, quando já estiver no hospital. Quando não estamos presentes, e eles têm outra pessoa carinhosa por perto, se adaptam muito rapidamente. 
Sou adepta da amamentação no mínimo por 2 anos. Mas sou mais adepta ainda por famílias saudáveis e felizes. Ele precisa da mãe dele, bem e feliz, mais do que precisa do seu leite.

E você está INTIMADA a voltar aqui e contar para nós, TODO o processo e como vocês estão.
2 3 4 5 6 7

Postagens populares