domingo, 23 de outubro de 2016

Meu filho pode opinar? Quem manda aqui?

“Oh mãe… eu não quero ir.
Não gosto dela.
Deixa-me ficar aqui?”


Você conhece seu filho melhor do que ele mesmo, sabe bem do que precisa. Mas não se esqueça, ele é uma pessoa. Uma personalidade a parte. Raciocina, sente, pensa e escolhe, independente do teu querer.
Quer anular esta existencia?

Reclamamos que ninguém faz valer seus direitos. Que as pessoas não se mobilizam para protestar, lutar para ter voz. E em casa, você manda calar seu filho porque você é quem sabe.

Meu filho quer ir ao parquinho e hoje é dia de vacina.  Faço a vontade dele?

“Hoje é dia de vacina meu filho, e não é divertido. Mas é importante para você não ficar doente. Ficar doente é ruim, né? Dói muito e não da para brincar.
Eu sei que você quer ir ao parquinho… e vamos! Amanha quando você estiver bem. Hoje podemos levar este livro. Papai vai ler para você.”

Nós ensinamos e incentivamos às escolhas. Damos armas para que decidam por eles mesmos. Criamos filhos capazes e maduros. Aptos a pensar.

Recomedo que oiça esse video...
2 3 4 5 6 7

Postagens populares